was successfully added to your cart.
Acredite, nosso corpo acumula inflamação se não cuidarmos dele da maneira correta. Desde o cérebro, até os músculos e sistema digestivo. Tudo que compõe nosso corpo tem uma tendência a inflamar por diferentes causas, sejam elas biológicas, químicas ou físicas. Por isso, aqui te mostraremos tudo o que você precisa fazer para não sofrer dos malefícios que a inflamação causa.

Post Relacionado: O Guia do Biohacking

Aqui, abordaremos os seguintes tópicos:

  • O Que É Inflamação?
  • Alimentos e Inflamação
  • Alimentos Inflamatórios
  • Alimentos Anti-Inflamatórios
  • Práticas Anti-Inflamatórias
  • Infográfico Grátis!

O Que É Inflamação?

Seu sistema imunológico é ativado quando seu corpo reconhece algo que estranho – como uma bactéria invasora ou um produto químico. Isso geralmente desencadeia um processo chamado inflamação. Por isso, ao reconhecer isso, você precisa direcionar esforços para proteger sua saúde, combatendo tais “invasores”.

No entanto, às vezes a inflamação persiste, dia após dia, mesmo quando você não é ameaçado por um invasor estranho. E é justamente aí que mora seu perigo. Muitas das principais doenças que nos atormentam – incluindo câncer, doenças cardíacas, diabetes, artrite, depressão e doença de Alzheimer – estão diretamente ligadas à inflamação crônica.

É isso mesmo, consumir alimentos inflamatórios e deixar de cuidar do seu corpo através de práticas estratégicas podem estar te causando danos hoje mesmo, desde a iminência de uma doença, até sintomas como cansaço e fraqueza. Então, te mostraremos todo o caminho para combater esses sintomas e evitar a inflamação.

 

Alimentos e Inflamação

A person grabbing a burger from a plate full of hamburgers

Uma das ferramentas mais poderosas para combater a inflamação não vem dos remédios, mas sim dos alimentos que devemos ingerir diariamente. “Muitos estudos experimentais mostraram que os componentes de alimentos ou bebidas podem ter efeitos anti-inflamatórios”, disse um professor de nutrição e epidemiologia no Departamento de Nutrição da Escola de Saúde Pública de Harvard.

Escolha os alimentos anti-inflamatórios certos e você poderá reduzir o risco de doenças graças ao combate à inflamação. Caso contrário, ao escolher os errados, ou seja, alimentos extremamente inflamatórios, você pode acelerar o processo de doenças, além dos malefícios para o corpo como cansaço e fraqueza.

 

Alimentos Inflamatórios

Não surpreendentemente, os mesmos alimentos que contribuem para a inflamação são geralmente considerados ruins para a nossa saúde, incluindo refrigerantes e carboidratos refinados, bem como carnes vermelha e processadas.

“Alguns dos alimentos que têm sido associados a um aumento do risco de doenças crônicas, como diabetes tipo 2 e doenças cardíacas também estão associados ao excesso de inflamação”, disse o professor de Harvard. “Não é surpreendente, uma vez que a inflamação é um importante mecanismo subjacente para o desenvolvimento dessas doenças”.

Alimentos não saudáveis também contribuem para o ganho de peso, que é um fator de risco para a inflamação. No entanto, em vários estudos, mesmo após os pesquisadores levarem em conta a obesidade, a ligação entre os alimentos e a inflamação permaneceu, o que sugere que o ganho de peso não é o único fator determinante.

Alimentos Inflamatórios

Tente evitar ou limitar esses alimentos o máximo possível:

  • Carboidratos refinados, como pão branco e doces
  • Batatas fritas e outros alimentos fritos
  • Refrigerante e outras bebidas com açúcar
  • Carne vermelha (hambúrgueres, bifes) e carne processada (cachorros quentes, salsicha)
  • Margarina

 

Alimentos Anti-Inflamatórios

An overhead shot of oatmeal with bananas and blueberries next to a cup of coffee

Por outro lado, estão os alimentos e bebidas essenciais para reduzir o risco de inflamação e, com isso, doenças crônicas. Em particular estão frutas e legumes, como mirtilos, maçãs e verduras que são ricas em antioxidantes naturais e polifenóis – compostos de proteção encontrados em plantas.

Estudos também associaram nozes com marcadores reduzidos de inflamação e um menor risco de doença cardiovascular e diabetes. O café, que contém polifenóis e outros compostos anti-inflamatórios, também pode proteger contra a inflamação.

Post Relacionado: O Guia do Café

Para reduzir os níveis de inflamação, procure uma dieta saudável em geral. Se você está procurando um plano alimentar que siga de perto os princípios da ingestão de anti-inflamatórios, considere a dieta cetogênica, que é rica em vegetais, nozes, peixes e óleos saudáveis.

Post Relacionado: O Guia da Dieta Cetogênica

Além de diminuir a inflamação, uma dieta mais natural e menos processada pode ter efeitos perceptíveis na sua saúde física e emocional. Uma dieta saudável é benéfica não apenas para reduzir o risco de doenças crônicas, mas também para melhorar o humor e a qualidade de vida geral.

Alimentos Para Combater Inflamação

Se certifique de incluir esses alimentos anti-inflamatórios em sua dieta:

  • Tomates
  • Gorduras como óleo de coco e azeite
  • Folhas verdes, como espinafre, couve e couve
  • Nozes como amêndoas, macadâmia e castanha de caju
  • Peixes como salmão, cavala, atum e sardinha
  • Frutas como morangos, mirtilos e cerejas

 

Práticas Anti-Inflamatórias

Agora você já sabe o risco que a inflamação tem no seu corpo e, ao se alimentar bem, você já está no caminho certo para combatê-la. Acontece que a alimentação por si só, muitas vezes, pode não resolver, fazendo com que você precise adicionar algumas práticas ao seu dia-a-dia que, além de prevenir a inflamação, lhe trarão outros inúmeros benefícios. Aqui estão algumas delas:

Meditação

Meditação, a prática de focar sua atenção na respiração, num ponto fixo ou numa frase (chamada de mantra), ajuda a eliminar pensamentos estressantes e perturbadores, para que você possa estar presente, mais calmo(a) e mais consciente de seu ambiente. Além disso, estudos mostram que essa prática é extremamente útil para combater a inflamação no cérebro, fazendo com que ele performe melhor.

Post Relacionado: Meditação Para Iniciantes

Exercício

O corpo precisa de exercícios focados no fortalecimento e construção muscular, mas são eles também que irão promover uma ação anti-inflamatória no corpo. Assim, sendo essencial que realizemos sua prática com constância. O ideal é sempre intercalar treinos de carga, como a musculação, com treinos de alta intensidade intervaladas (HIT).

Alongamento

Dedique pelo menos 10 minutos da sua manhã pra alongar o corpo e trabalhar sua flexibilidade, isso ajuda a gerenciar o stress físico e ativar a circulação, consequentemente, diminuindo a inflamação presente nos músculos. A yoga e o pilates, por exemplo, são ótimos exercícios para alongar e trabalhar a flexibilidade.

Post Relacionado: 7 Dicas de Mindfulness

Jejum

Tão importante quanto se alimentar é não se alimentar. O jejum é uma estratégia de longevidade pro  corpo humano. O jejum ajuda a controlar os picos de insulina no seu organismo. e é uma ferramenta de destoxificação do corpo, promovendo a autofagia – a reciclagem dos seus nutrientes, células e tecidos.

Post Relacionado: Guia do Biohacking

caffeine

Author caffeine

More posts by caffeine

Leave a Reply